Curiosidades sobre a dengue e como evitá-la

Não há um dia que não se fale sobre dengue. Telejornais, programas de rádio, mídia impressa e internet trazem notícias sobre a doença. A dengue voltou a preocupar em 2014. No ano seguinte todo mundo ficou assustado. Este ano mal começou e os brasileiros estão aterrorizados. Mas, não é de hoje que a dengue assombra o país.

Mosquito da Dengue - Aedes Aegypti

Mosquito da Dengue – Aedes Aegypti

Túnel do tempo

  • 1865: primeiro caso do Brasil foi registrado em Recife.
  • 1872: epidemia matou 2000 pessoas em Salvador.
  • Até 1916: São Paulo enfrentou várias epidemias.
  • Até 1957, acreditava-se que a dengue não matava. Primeira epidemia de dengue hemorrágica nas Filipinas.
  • 1981: primeira epidemia de dengue hemorrágica nas Américas foi em Cuba.
  • Até 2000: eram raros os casos de dengue hemorrágica no Brasil.

O clima de medo criado pela dengue é provocado pelo Aedes Aegypti, aedes vem do grego e significa “odioso”, aegypti do latim e quer dizer “do Egito”. Esse mosquito mede menos de um centímetro. O inseto é preto ou cor de café e tem listas brancas. De hábitos noturnos, o Aedes vive de sangue humano. Somente as fêmeas picam e fazem isso para conseguir proteínas para manter a saúde dos ovos. Elas atacam ao amanhecer e ao entardecer. Porém, o mosquito não deixa nenhuma oportunidade passar e também pica à noite.

aedes-aegypt

A fêmea espalha seus ovos em vários criadouros. Essa tática garante a perpetuação da espécie. Em toda sua vida, a fêmea origina 1500 mosquitos. Caso encontrar condições favoráveis, alta temperatura, umidade, grande concentração de pessoas e poucas áreas verdes, o embrião se desenvolve em 48 horas e mosquito leva 10 dias para atingir a idade adulta.  Confira mais curiosidades sobre o mosquito:

  • Habitat original: trópicos de Câncer e Capricórnio.
  • Tempo de vida: fêmeas adultas vivem 45 dias.
  • Também transmite: febre amarela.
  • Temperatura ideal: superior a 30º.
  • Sintomas da picada: sem dor e sem coceira.
  • A fêmea pode voar até 1000 metros de onde deixou seus ovos.
  • Os ovos sobrevivem até um ano em situações desfavoráveis.

Ciclo de transmissão

  • O ciclo é homem-Aedes aegypti-homem.
  • O mosquito pica uma pessoa doente. O inseto fica infectado.
  • O mosquito infectado ataca um indivíduo saudável.

Sintomas

Surgem após três dias a picada. Os sintomas da dengue clássica são menos agressivos. Entretanto, há relatos de sangramentos leves no nariz e na boca. Confira os sintomas da dengue clássica:

  • Febre alta e repentina
  • Manchas e erupções no tórax e braços
  • Dor de cabeça forte
  • Dor atrás dos olhos
  • Dor nos ossos e articulações
  • Cansaço
  • Perda do paladar e apetite
  • Tonturas
  • Náuseas e vômitos

Nas crianças abaixo de dois anos, a febre alta vem acompanhada por choro permanente, irritabilidade, apatia e dificuldade para ingerir líquidos.

 

Dengue hemorrágica

Aproximadamente 5% dos pacientes morrem. A dengue hemorrágica mata em até 24 horas. As hemorragias começam a partir do quinto dia. Confira os sintomas:

  • Manchas vermelhas no corpo
  • Sangramento no nariz, boca e gengiva
  • Sangue no vômito e nas fezes
  • Dor abdominal forte e contínua
  • Respiração difícil
  • Boca seca e sede excessiva
  • Sono em excesso
  • Pés e mãos azulados e frios
  • Agitação ou sonolência
  • Pouca vontade de urinar
  • Pulso rápido e fino
  • Perda de consciência

 

Diagnóstico

As suspeitas começam caso a pessoa apresentar pelo menos dois dos sintomas abaixo, tendo ou não hemorragias:

  • Vermelhidão no corpo
  • Dor atrás dos olhos
  • Dor de cabeça
  • Dores nas juntas
  • Dores musculares

Estar em locais com incidência de dengue nos últimos 15 dias também reforça a suspeita.

O exame clínico é o primeiro passo. Ele poderá excluir outras doenças. A sorologia, teste que conta a presença de anticorpos, é o único que diagnostica a dengue comum. Em todos os casos de dengue é necessário fazer a prova do laço. Feito no consultório, o exame mede a fragilidade do cabelo, fator que pode causar redução do número de plaquetas. O médico usa uma esferográfica para desenhar um quadrado de 2,5 cm de lado no antebraço do indivíduo. Adultos com mais de 20 pontos vermelhos na pele e crianças com 10 é sinal de dengue.

Tratamento

  • Hidratação (água, sucos naturais e chá).
  • Não comer beterraba, açaí e quaisquer alimentos que deixem urina e fezes avermelhadas, para não confundir com sangue.
  • Medicamentos à base de ácido acetilsalicílico e anti-inflamatórios são proibidos, podem estimular hemorragias.
  • Banhos frios e compressas de gelo para possível desconforto na pele.

A pessoa começa a melhorar após quatro dias dos primeiros sinais.

 

Como evitar a dengue?

O Aedes Aegypti adora água limpa. Está em nossas mãos acabar com os criadouros. Tome as seguintes medidas:

  • Areia nos vasos de plantas.
  • Tratar com água sanitária as plantas que acumulam água, como as bromélias, Molhe duas vezes na semana e coloque uma colher de água sanitária para cada litro de água. Tire o excesso de água das folhas.
  • Caixas d’água e recipientes para armazenamento sempre tampados. Higienizar semanalmente com escova.
  • Garrafas de cabeça para baixo.
  • Tampa do vaso sanitário sempre fechada. Em banheiro com pouco uso, a descarga deve ser acionada uma vez por semana.
  • Manter ralos fechados e providenciar reparos de vazamentos.
  • Lavar semanalmente vasilhas de água dos animais com bucha e sabão.
  • Tirar a água da bandeja externa da geladeira e lavá-la com água e sabão.
  • Sacos de lixo bem amarrados e lixeira sempre fechada.

 

Viu como é fácil evitar a dengue?Coloque as dicas em prática e avise seus amigos e vizinhos.