Curiosidades sobre Água Potável

Sem água não há vida. Parece clichê, mas não é. Para ter uma ideia, 71% da superfície terrestre é composta por água.  Quase 98% é encontrada nos mares. Entretanto, nem tudo está ao nosso alcance. Menos de 3% é água doce. Esse volume está nas geleiras e neves das montanhas. Ou seja, resta pouco para o consumo.

água potável

O solvente universal

A água é o “solvente universal”. Ela dissolve proteínas, açúcares, sais e gases. Isso acontece porque as moléculas se misturam às partículas do soluto (açúcar, sal, etc.). Essa ação separa e dissolve as partículas das outras substâncias.

Água e seres vivos

Alguns seres vivos possuem muita água. Nós temos 80% no organismo. Ingerir 2 litros diários mantém a saúde em ordem. O líquido elimina toxinas, por isso, previne infecção urinária e cálculo renal. Ela ainda retarda o envelhecimento. Sem água, o corpo perde suas resistências. Sentir sede indica que 1% ou 2% de água foi perdida. No inverno, sete dias sem água fazem estrago.  No verão, as complicações vêm após quatro dias.

A água faz parte de outros organismos. A água viva, por exemplo, tem 95%. O líquido está na composição dos alimentos. As carnes contêm de 60% a 75%. A maior concentração é nos vegetais crus, aproximadamente 95%. Os grãos, porém, absorvem durante o cozimento. Vejam os alimentos com grande quantidade de água:

  • Melancia e pepino: 96%.
  • Abobrinha, alface e agrião: 93%.
  • Acerola e cenoura: 90%.
  • Abacaxi: 88%.

 

Água potável

Água potável é aquela cujos fatores microbiológicos, físicos, químicos e radioativos não provoca riscos. A preocupação com o abastecimento vem desde a Grécia antiga. Aquedutos e tubulações já eram construídos nessa época. As ETAs (Estações de Tratamento de Água) deixam a água pronta para o consumo nas cidades. Para chegar nesse estágio é preciso vários procedimentos. Os principais tratamentos são: coagulação, pré-coloração/floculação, decantação, filtração, fluoretação, desinfecção e floculação. Conheça cada etapa:

  1. Coagulação: sulfato de alumínio ou tanino é adicionado a água ao entrar na estação de tratamento. Sedimentos como a argila são neutralizadas para formar flocos.
  2. Pré-coloração e floculação: grandes fragmentos sólidos são removidos. É aplicado cloro e outros produtos para que partículas sólidas virem flocos.
  3. Decantação: flocos e demais partículas são eliminadas.
  4. Filtração: filtros retiram areia e partículas que ainda estiverem presentes.
  5. Cloração e envio à rede: microorganismos resistentes são eliminados. Os canos da rede de distribuição são higienizados.

A União Europeia é bastante rigorosa com o tratamento. Existem valores máximos e mínimos para minerais, cálcio,  nitratos,  cloretos, amônia, magnésio, fosfato e arsênico. O pH da água varia entre 6,5 e 8,5.

Água potável no Brasil

O país é rico. No Brasil está 53% do manancial de água doce disponível da América do Sul. O maior rio do planeta, o Amazonas é nosso. Porém, a distribuição hídrica é muito irregular. A região amazônica concentra 72% dos mananciais. Os 27% restantes pertencem à região Centro-Sul. O Nordeste fica com apenas 1%. O saneamento básico é outro problema. Quase 60% da população não tem acesso a água tratada nem saneamento básico.
bicas-de-agua

Água potável no mundo

A água é tão importante que a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu em 1992 o dia 22 de março como o Dia Mundial da Água. Contudo, poucos reconhecem sua relevância. Estima-se que no mundo, 69% da água potável é destinada a agricultura, 22%vai para a indústria e somente 9% é para consumo humano. Sabe como usamos a água?Veja na lista abaixo:

  • 5% Limpeza
  • 10% Cozinhar e beber
  • 20% Lavagem de roupa
  • 30% Descarga
  • 35% Higiene pessoal (banho)

Quanto ainda há no mundo?

Caso a população mundial em 2050 seja de 10 bilhões de pessoas, ainda temos água para mais 1600 anos. Entretanto, a poluição diminui consideravelmente a quantidade de água.  Quer saber o volume de água no mundo?Veja só os dados:

Água insuficiente – 34,7%           

China, Irã, Botsuana, Paquistão, Espanha, Reino Unido.

Água no limite – 24,5%

Coreia do Sul, África do Sul, Índia, Ucrânia, Alemanha.

Água escassa

Somália, Quênia, Arábia Saudita, Bangladesh.

Suficiência relativa – 16,7%

Portugal, Grécia, Argentina, EUA, Japão, Cuba.

Água abundante – 16,3%

Brasil, Chile, Austrália, Canadá, Rússia.


Despoluir rios e aproveitar a água da chuva. Essas são as maneiras de aumentarmos a capacidade hídrica. Mas, atitudes simples reduzem o desperdício e fazem bem ao bolso. Veja nossas dicas:

  • Fechar bem as torneiras. O pinga-pinga leva embora 46 litros de água diariamente.
  • Concertar vazamentos. Um furinho de 2 milímetros gasta 96 mil litros por mês. A quantidade equivale a dez caminhões pipas.
  • Use descarga de caixa acoplada. Se preferir, adapte a descarga tradicional ao sistema “dual flush”. O sistema tem um botão de acionamento para líquido e outro para sólido. O “dual flush” representa uma economia de até 30%.
  • Tire o excesso de sujeira dos pratos antes de lavar.
  • Tomar banhos de 5 minutos e desligar o chuveiro enquanto se ensaboar.
  • Fechar a torneira enquanto escovar os dentes e fizer a barba.
  • Deixar um balde embaixo do chuveiro e usar essa água para descarga.
  • Lavar quintais e calçadas com água da máquina de lavar roupas.

Convencido da importância da água?Vamos fazer a nossa parte e preservar esse bem tão precioso.